<link rel="stylesheet" href="//fonts.googleapis.com/css?family=Open+Sans%3A400%2C300%2C300italic%2C400italic%2C600%2C600italic%2C700%2C700italic%2C800%2C800italic%7CRoboto%3A400%2C100%2C100italic%2C300%2C300italic%2C400italic%2C500%2C500italic%2C700%2C700italic%2C900%2C900italic%7CRaleway%3A400%2C100%2C100italic%2C200%2C200italic%2C300%2C300italic%2C400italic%2C500%2C500italic%2C600%2C600italic%2C700%2C700italic%2C800italic%2C800%2C900%2C900italic">RH estratégico: como adotar essa prática e quais os benefícios - Audaz

Blog » Recursos Humanos/DP » RH estratégico: como adotar essa prática e quais os benefícios
← Voltar

RH estratégico: como adotar essa prática e quais os benefícios

19 de dezembro de 2018

RH estratégico: como adotar essa prática e quais os benefícios

Nas últimas décadas, a gestão de pessoas tem evoluído bastante e, atualmente, é fundamental contar com um RH estratégico para promover um crescimento sustentável empresa.

Sua principal preocupação é integrar as pessoas às estratégias do negócio. Com isso, ele consegue produzir melhores resultados, otimizando esforços e recursos. Então, vamos ver neste artigo como proporcionar isso em sua empresa e quais os benefícios de adotar essa prática. Confira!

Como ter um RH estratégico?

O RH estratégico não é algo que se implemente da noite para o dia. Afinal, ele requer esforços constantes para manter os colaboradores engajados e bem direcionados. Sendo assim, é preciso estar atento às questões que vamos detalhar a seguir.

Garanta um alinhamento de metas

O ponto crucial de uma gestão mais estratégica de pessoas é envolver o setor de RH na elaboração do planejamento estratégico da empresa. A partir disso será possível desenhar o plano de metas das equipes de forma a contribuir com o cumprimento dos objetivos corporativos.

Além disso, ao fazer parte dessa construção, a equipe de RH consegue entender de forma mais completa quais são as necessidades da organização com relação aos perfis de funcionários. Isso subsidia diversas ações, tais como o recrutamento e o plano de desenvolvimento de pessoas.

Selecione as pessoas certas

Antes de fazer a divulgação de uma vaga, o setor de RH precisa entendê-la de maneira mais detalhada, partindo do ponto de vista estratégico. Dessa forma, a descrição do cargo deve considerar tópicos que vão além das capacidades técnicas requeridas para a execução das atividades.

Isso significa que questões comportamentais e culturais exerceriam forte influência no desempenho esperado de quem for ocupá-la. Logo, todo o processo de seleção deve considerar esses aspectos para fazer um recrutamento mais adequado.

Fortaleça a cultura da empresa

A cultura de uma empresa é aquilo que mais a identifica e diferencia no mercado. Ela define quais são as crenças e valores compartilhados pelos funcionários e, diante disso, qual é o posicionamento da organização perante os clientes, fornecedores e concorrentes. Quanto mais forte e enraizada ela for, mais fácil será alcançar os resultados esperados.

Contudo, é importante garantir que ela está bem fundamentada e direcionada, pois sua força pode contribuir tanto para o sucesso quanto para o fracasso da empresa. Isso porque, se a cultura da empresa não está alinhada com o que foi proposto pela direção da mesma, estará levando os colaboradores ao erro.

Dedique esforços na capacitação dos funcionários

A falta de investimento na capacitação e desenvolvimento dos funcionários não é só um posicionamento retrógrado, mas também prejudicial ao negócio. Sem ele, as equipes ficam desatualizadas e desmotivadas com o passar do tempo. Consequentemente, há uma queda no rendimento e na produtividade.

Os custos com treinamentos e cursos têm retorno garantido. De forma mais direta, os colaboradores aprendem novas técnicas e procedimentos que aumentem sua eficiência na execução das tarefas no dia a dia. Além disso, o desenvolvimento das capacidades comportamentais ajuda no direcionamento correto da cultura e melhoria do clima organizacional.

Monitore o desempenho das pessoas

Um RH verdadeiramente estratégico não se limita a desenvolver as metas e oferecer treinamentos, mas também a acompanhar o desempenho de cada um dos funcionários. Isso faz com que possam ser identificados pontos de atenção tanto com relação a erros quanto a oportunidades de melhorias.

Dessa forma, o setor assegura o atingimento das metas individuais, coletivas e corporativas, por meio de intervenções preventivas e corretivas ao longo do processo. Isso proporciona máxima eficiência e melhores resultados.

Tenha uma comunicação interna eficaz

Como dizia o velho guerreiro: “quem não se comunica, se trumbica”. Trazendo para a visão empresarial, quando a comunicação não está sendo eficiente, o negócio pode sofrer diversos tipos de prejuízos, a começar pela piora no clima organizacional, que causa tensão e queda na produtividade.

Portanto, é de extrema importância zelar por isso, principalmente por meio de ações que promovam a transparência. Algumas ideias mais comuns são:

  • criar um canal direto de comunicação entre a diretoria e os empregados;
  • promover encontros periódicos e informais, como cafés e happy hours;
  • fortalecer a cultura do feedback.

Invista em tecnologia e desburocratização

As atividades operacionais e burocráticas do RH tomam um tempo que poderia ser melhor aproveitado em questões mais analíticas e estratégicas. Dessa maneira, o investimento em softwares de gestão contribui para o melhor direcionamento das demandas do setor, além de reduzir a margem de erros, principalmente em cálculos de benefícios e itens da folha de pagamentos.

Proporcione qualidade de vida aos funcionários

Uma empresa de sucesso entende que seus funcionários são seres humanos que desempenham outros papéis em suas vidas além do cargo que ocupam. Por isso, não assumem uma posição de lidar apenas com o que diz respeito estritamente às atividades profissionais, mas ajudam na conquista do bem-estar físico e mental deles.

Nesse sentido, benefícios como vale- alimentação, vale-transporte e plano de saúde são fundamentais, mas a organização não deve se limitar a eles. Existem diversas outras atitudes que podem ser adotadas, como o incentivo ao uso da bicicleta como meio de transporte, oferecimento de vale-cultura e criação de espaços para descanso e recuperação das energias.

Quais os benefícios de adotar essa prática?

Cada uma das ações citadas garante um benefício específico para o negócio. Entretanto, a soma dessas vantagens é que faz com que os esforços tragam resultados expressivos, inclusive do ponto de vista financeiro. Entre as principais melhorias, podemos citar:

  • aumento do engajamento das pessoas;
  • aumento no percentual de cumprimento de metas;
  • melhoria no clima organizacional;
  • redução do índice de turn over;
  • redução de custos, mesmo com o aumento de investimentos em pessoas.

Enfim, contar com um RH estratégico pode mudar completamente uma empresa — e para melhor. Com ele, as chances de crescimento e de perenidade do negócio são consideravelmente maiores. Então, se ele ainda não atua dessa forma em sua empresa, é hora de começar a repensar algumas coisas e buscar a melhoria constante.

Gostou deste artigo? Que tal seguir nossas redes sociais para se manter atualizado sobre conteúdos como este? Não perca essa oportunidade, estamos no Facebook, Twitter ,LinkedIn e Instagram.