Terceirização de serviços no RH: o que vale a pena implementar? - Audaz

Blog » Recursos Humanos/DP » Terceirização de serviços no RH: o que vale a pena implementar?
← Voltar

Terceirização de serviços no RH: o que vale a pena implementar?

5 de dezembro de 2018

Terceirização de serviços no RH: o que vale a pena implementar?

Atividades administrativas podem gerar muitos custos e ineficiências para qualquer empresa. Principalmente em relação ao gerenciamento de recursos humanos, há uma série de responsabilidades de cunho burocrático. Elas oneram a folha salarial, pois, você precisará de colaboradores dedicados às questões específicas, ou trazem prejuízo à produtividade de pessoas que vão desviar daquilo que realmente deveriam estar fazendo a fim de cumprirem as obrigações.

Nesse sentido, a terceirização de serviços no RH pode ser uma excelente alternativa. Quando você administra uma instituição em que o tempo e os recursos são limitados, a última coisa que você quer fazer é tirar sua atenção do foco principal do negócio. Você precisa manter sua equipe empenhada em fazer aquilo que agrega valor.

Especialmente quando falamos de funções típicas de departamento de pessoal, a terceirização pode reduzir sua carga de trabalho administrativo e liberar o tempo de seus colaboradores para que você possa se concentrar nos objetivos de seu negócio. Confira neste artigo quando e como essa opção se torna interessante para sua empresa!

O que é a terceirização?

Terceirização é a prática comercial de contratar uma empresa externa para realizar serviços e assumir funções que normalmente eram executadas de forma interna pelos próprios funcionários da instituição contratante. Em geral, é adotada como medida de redução de custos, mas também deve ser avaliada como alternativa de ganho de eficiência.

Também chamada de “outsourcing”, é reconhecida como uma estratégia de negócios desde o início da década de 1990 e tornou-se uma realidade praticada por grandes corporações e pequenas empresas de todo o mundo. É um processo que favorece a alocação de recursos para tornar o desempenho mais elevado.

Recentemente, aqui no Brasil, a Lei 13.467, de 13 de julho de 2017, foi aprovada e alterou diversos pontos na legislação trabalhista, incluindo as possibilidades de terceirização. Com as mudanças, as empresas agora podem terceirizar toda e qualquer função, e não apenas as chamadas “atividades-meio” como antigamente.

Porém, é importante ressaltar que a terceirização deve ser da atividade e não da mão de obra, pois, nenhuma pessoa pode ser tratada como mercadoria, de acordo com as deposições da Organização Internacional do Trabalho. Sendo assim, a terceirização é livre para a prestação de um ou mais serviços e para a cessão de colaboradores por meio de empresa contratada.

Quais atividades terceirizar no RH?

Se você ainda não pensou seriamente em terceirizar, a variedade de tarefas que pode ser repassada a um parceiro é enorme. Uma empresa de terceirização de RH é capaz de gerenciar toda uma gama de funções de recursos humanos. Você pode inclusive contar com fornecedores especializados — não há a necessidade de repassar todas as funções a uma mesma empresa.

Essas funções abrangem desde processamento de folha de pagamento, gerenciamento e administração de planos de benefícios até atividades mais estratégicas como recrutamento, treinamentos e várias outras. E, é claro, você pode escolher quais dessas atividades você deseja terceirizar e em que formato.

Ao contar com um fornecedor que assuma as responsabilidades por algumas funções de RH, você e seus colaboradores gastarão menos tempo com administração e burocracias. Por isso, é importante encontrar um parceiro que trabalhe com você para fornecer serviços fáceis de usar e acessíveis aos seus funcionários.

Como o gerenciamento eficiente e inteligente de recursos humanos é fundamental para o sucesso da sua empresa, é vital encontrar um provedor de serviços que possa oferecer a combinação certa de serviços. Caso você deseje um pacote ou prefira escolher os serviços de que precisa, analisamos as opções disponíveis para sua realidade.

RH 3.0 no contexto da terceirização

O RH 3.0 é um conceito que surge em virtude da revolução digital que transformou o mundo e também as atividades em ambientes corporativos. Hoje temos a nossa disposição uma infinidade de tecnologias que nos auxiliam a realizar tarefas em maior volume e com mais precisão.

Para se inserir no contexto do RH 3.0, não basta comprar essas novas tecnologias e deixá-las à disposição. É necessário trabalhar para que se crie uma cultura voltada à geração e gestão de informações, que podem fazer toda a diferença no processo decisório.

Com essa evolução, as empresas conseguem se focar mais no desenvolvimento de pessoas e da própria organização, entendendo melhor as necessidades e interesses individuais. O modelo anterior, focado apenas em um departamento de pessoal que cuidava de questões burocráticas, está sendo deixado de lado, pois, esse tipo de atividade, que ainda precisa ser realizada, agora é feita de maneira automatizada.

Nesse sentido, quando falamos em terceirização, há uma opção interessante, que é um modelo de autogestão. Ao optar por essa modalidade, a empresa contratada oferece um sistema que funciona como uma ferramenta para realizar determinadas tarefas, e os seus colaboradores internos são treinados para manusear, de uma forma bastante simples e com todo o apoio.

Ou seja, o sistema realiza a parte mais pesada do trabalho, e o fornecedor fica responsável por garantir que tudo aconteça como o esperado. Sua equipe fica com a inteligência envolvida no processo e, assim, há mais segurança e garantia das atividades acontecerem do modo que você espera.

Por exemplo, quando falamos da gestão de benefícios, como o vale-transporte, a autogestão oferece uma ferramenta que é flexível e se adapta às suas necessidades. Dessa forma, você ou alguém de sua equipe pode operar o sistema e gerar todas as demandas do benefício, pela própria plataforma.

Como escolher um fornecedor?

Muitas vezes, em virtude da quantidade de problemas que vivenciamos no dia a dia, acabamos optando por um fornecedor terceirizado sem fazer a correta avaliação. Queremos apenas encontrar alguém que nos ajude e isso pode acarretar em erros. Então, é absolutamente importante que o processo de escolha seja feito de maneira segura e racional.

Um terceirizado deve nos ajudar a atingir o sucesso no negócio, aumentando a eficiência na realização das atividades e não se tornar mais uma dor de cabeça. É preciso que esse parceiro atue de forma a simplificar as operações. Devemos buscar por uma empresa que seja realmente especialista e que tenha todas as condições técnicas de prestar o serviço que buscamos.

É primordial fazer um diagnóstico das necessidades, identificar exatamente o que se pretende terceirizar e quais são os resultados que o fornecedor precisa entregar para elevar os patamares de execução praticados pela organização. Busque por referências no mercado, converse com outros clientes e negocie para acertar uma escolha em que o custo-benefício seja vantajoso.

Caso sua demanda esteja relacionada ao gerenciamento dos vales-transportes, a Audaz é uma empresa com 28 anos de tradição, com atuação em todo território nacional, e que está preparada para atender com toda comodidade e eficiência. Quando se fala em terceirização de serviços no RH ou de um sistema de autogestão, a Audaz é a melhor escolha, com inúmeros casos de sucesso e resultados comprovados na redução de custo de seus clientes.

Veja, por exemplo, como o ABSCARD revolucionou a gestão de vale-transporte no Hospital Vila da Serra. Conheça mais a respeito de nossa história e entre em contato conosco!